Portugal passa sufoco e vence Gana por 3 a 2

por | 24 nov, 2022

Claudio Fernandes, da Tribuna da Imprensa

Foi no sufoco, com susto e com drama. Mas foi. Gana deu trabalho, quase empatou no último lance do jogo, mas acabou sucumbindo a Portugal na estreia das duas seleções na Copa do Mundo. A vitória dos portugueses por 3 a 2 fez do astro Cristiano Ronaldo o único ser humano a balançar as redes em cinco Copas do Mundo diferentes.

Demitido do Manchester United, Cristiano Ronaldo pareceu entrar em campo disposto a provar que ainda merece um lugar na elite do futebol mundial. Tanto que, na primeira etapa, foi o jogador mais perigoso. Aos nove minutos, recebeu lançamento em profundidade e dividiu com o goleiro, que se antecipou e evitou a conclusão do astro.

Cinco minutos depois, CR7 subiu mais do que todo mundo em cobrança de escanteio e cabeceou para fora. Aos 30, o português balançou as redes, mas o árbitro marcou falta no lance. Portugal era dominante e não permitiu a Gana nenhum momento de maior perigo na primeira etapa.

Os gols que faltaram no primeiro tempo acabaram saindo no segundo. E quem assustou primeiro foi Gana. Aos 10 minutos, Kudus arrancou, entrou na área, bateu cruzado e a bola passou raspando a trave.

O placar, porém, foi aberto pelos portugueses. O árbitro marcou pênalti duvidoso em Cristiano Ronaldo. O craque bateu bem e, como já foi citado, entrou para a história das Copas do Mundo.

O gol fez bem ao jogo. Gana não se abalou com o revés e gol e chegou ao empate oito minutos depois. Kudus recebeu em profundidade, cruzou e, após desvio, André Ayew completou para o fundo das redes.

Gana mal teve tempo de comemorar. Aos 32, Bruno Fernandes lançou João Felix e o atacante completou com categoria, colocando Portugal à frente. Ato contínuo, Rafael Leão recebeu na área pela direita e bateu fora do alcance do goleiro.

Os 3 a 1 pareciam ter definido o jogo. Ledo engano. Gana não se entregou, fez o segundo gol aos 43 com Bukari e por pouco não empatou em um lance surreal. O goleiro Diogo Costa estava com a bola nas mãos, colocou no chão para sair jogando e, distraído, não viu Iñaki Williams, que roubou a bola e escorregou quando chutaria para o gol vazio. Não era dia dos africanos tirarem ponto dos portugueses.

Portugal volta a campo segunda-feira, quando encara o Uruguai. Na mesma data, Gana enfrenta a Coreia do Sul.